Arquivo

Archive for the ‘Recurso Educativo’ Category

Rádio Paisagem

Uma rádio que toca a biodiversidade brasileira e sintetiza a paisagem sonora de cada região do país, a partir do canto de suas aves.

É possível aproveitar a rádio sem cadastro no menu Biomas ou você pode criar a sua própria rádio preenchendo um pequeno cadastro.

A imagem acima representa meu teste, que para os olhos atentos de quem conhece o bioma brasileiro, deve estar errado! De fato eu não pesquisei as aves que fazem parte da mata atlântica.

A Rádio-paisagem oferece uma recriação sensível das sonoridades regionais a partir de um conjunto discreto de sons, como o canto as aves, o ruído do vento, cachoeira, riacho, etc..; disponibiliza assim uma forma atraente e contemporânea de resgate e co-criação dessa memória para ser ouvida, apreciada.

Todo o conteúdo está sob licença Creative Commons!

Incredibox: um game de sons

Incredibox é um game de sons, onde você manipula os personagens adicionando instrumentos, percussão, efeitos, coro e voz.

É possível realizar vários testes arrastando a opção escolhida até o avatar, se você não gostar do som final ou achar que algum som está sobrando, basta clicar no avatar que não encaixa para deletar o som. Você também pode clicar no modo automático e deixar que a aplicação escolha por você.

Os realizadores prometem uma nova versão com mais funcionalidades.

Veja o meu teste:

De Refúgio a Museu: visite a casa de Anne Frank

Nascida em 12 de junho de 1929, Anne Frank, uma adolescente alemã e judia,  foi forçada a esconder-se durante o Holocausto. Ela, sua família e mais quatro pessoas passaram 25 meses durante a Segunda Guerra Mundial, num sótão acima do escritório do pai, em Amsterdã, na Holanda.

Anne tinha entre 13 a 15 anos quando escreveu o seu diário, um testemunho único sobre os horrores e barbárie nazista e sobre os sentimentos e experiências da própria Anne e dos seus companheiros.

Depois de ser entregue aos nazistas, Anne, sua família, e os outros que viviam com eles foram presos e enviados para campos de concentração. Em março de 1945, nove meses depois de ser presa, Anne Frank com somente 15 anos, morreu em Bergen-Belsen.

Seu diário, guardado durante a guerra por um dos ajudantes da família, Miep Gies, foi publicado pela primeira vez em 1947. Hoje, seu diário foi traduzido em 67 línguas e é um dos livros mais lidos no mundo.

A casa de Anne Frank é parada obrigatória para quem visita Amsterdã. Professor já pensou em levar seus alunos para fazer uma visita? Não, você não precisa cruzar o oceano pra ir até lá!

Basta acessar este excelente ambiente 3D (aqui) que permite que você explore a casa, veja vídeos e fotos!

CSI: The Experience

Você já pensou em se tornar juntamente com seus alunos verdadeiros CSI’s e aprender ciência forense de forma interativa e divertida?

CSI Experience é um game recheado de processos interativos. O jogo é baseado nos personagens do seriado da CBS “CSI: Crime Scene Investigation. Os casos permitem aos jogadores experimentarem vários tipos de análise forense. São três casos, no 1º o jogador recebe “formação”, ou seja, aprende a jogar visitando os laboratórios e conquista seu kit de ferramentas, já nos casos 2 e 3 o jogador é desafiado a resolver mistérios com a equipe de CSI.

É possível jogar após realizar um registro simples (esta opção permite que você salve no ponto em que parou para poder retomar em um outro momento), mas se você quer apenas experimentar não é necessário. O game está disponível em inglês, espanhol e alemão.

O jogo foi estruturado a partir da colaboração de profissionais da área e foi patrocinado com fundos da National Science Foundation. Entre os colaboradores estão o Museu de Ciência e História Fort Worth, a Academia Americana de Ciência Forense, CBS e do Centro de Tecnologia em Ensino e Aprendizagem da Rice University.

Acesse o link e divirta-se: http://forensics.rice.edu/spanish

Google Art Project

O Google lançou em 01/02, o Google Art Project. São 17 museus do mundo, mais de 1000 imagens, mais de 400 artistas, tudo em um local só, a distância de um clique do mouse!  Com o auxílio da tecnologia Street View é possível fazer um tour virutal pelos museus e se assim como eu ,você já teve oportunidade de visitar alguns deles, é uma sensação muito gostosa poder “voltar”. Além das mais de mil obras disponíveis para visualização, o projeto disponibiliza também 17 obras em super resolução. O site também permite que cada visitante crie a sua coleção de arte pessoal e compartilhe com outras pessoas.

Gostei muito de como o projeto começou, alguns funcionários do Google apaixonados por Arte se reuniram para discutir como eles poderiam usar a tecnologia para tornar os museus mais acessíveis a todos, focando principalmente em um conjunto de pessoas que nunca poderá visitar esses locais presencialmente.

Confira a lista de museus:

  • Alte National Galerie – Berlim
  • Free Gallery of Art Smithsonian – Washington
  • Gemäldegalerie – Berlim
  • MoMA, The Museum of Modern Art – Nova York
  • Museo Reina Sofia – Madri
  • Museo Thyssen-Bornemisza – Madri
  • Museum Kampa – Praga
  • National Gallery – Londres
  • Palace of VersaillesIle-de-France
  • Rijksmuseum – Amsterdam
  • Tate Britain – Londres
  • The Frick Collection – Nova York
  • The Metropolitan Museum of Art – Nova York
  • The State Hermitage Museum – São Petersburgo
  • The State Tretyakov – Moscou
  • The Uffizi Gallery – Florença
  • Van Gogh Museum – Amsterdam

Um excelente recurso para se trabalhar na escola!

Mundos Virtuais para Crianças

E o Mundo Virtual do Sítio vem aí!

Ambiente em construção, o Mundo do Sítio está em fase de testes e pretender atingir o público entre 5 e 10 anos. O site promete muita  diversão, cultura, educação e segurança. As crianças vão conhecer (ou redescobrir) as famosas aventuras de Emília, Visconde, Pedrinho e Narizinho de um jeito especial.

Na Biblioteca do Visconde, haverá  alguns textos de Monteiro Lobato, trilha sonora com ritmos bem brasileiros, glossário interativo e inspirada leitura da atriz Denise Fraga.

O Mundo do Sítio tem também uma rede social. As crianças vão encontrar os seus amigos reais (da escola, do clube ou do prédio) e enviar mensagens divertidas com toda a segurança. O bate-papo traz frases predeterminadas e imagens inspiradas no cenário do Sítio.

Faça como eu e cadastre seu e-mail no site e faça parte da área de testes!

Enquanto a porteira do sítio não é aberta a todos acompanhe tudo no Blog do Sítio.

Educação Financeira na Escola

Foto de Jeff Belmonte http://ow.ly/3Qhka

Ainda ano passado, diversos meios de comunicação publicaram que a partir de 2012, nas escolas públicas obrigatoriamente entra em cena (currículo) a Educação Financeira.  Orçamento doméstico, poupança, aposentadoria, seguros e financiamentos serão temas de aulas. Um projeto piloto já está em andamento desde 2010 em 410 escolas públicas dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Tocantins e Distrito Federal.

O objetivo do projeto é ensinar crianças e jovens a tomar decisões de consumo e investimento e a planejar o futuro. O tema será abordado como parte dos conteúdos de diferentes áreas, como português, história e matemática. O material didático, já distribuído às escolas, é composto de livro e caderno do aluno mais livro do professor.

Não encontrei nenhum feedback de como está sendo o desenvolvimento do programa e como isso tem refletido nos alunos e porque não dizer,  nas suas famílias, mas é bom ver a escola tentando se conectar com o cotidiano. Quando se trata de números e cifras, não é a toa que muitos alunos detestam matemática, no meu caso, a minha matéria preferida na época de estudante era matemática, mas eu costumava deixar os professores loucos, porque eu sempre queria saber a aplicação prática das coisas e acho que isso deveria servir pra tudo na escola.

Minha contruibuição para o tema é apresentar aqui 2 recursos muito interessantes em relação ao tema para se trabalhar aí no seu colégio.

Turma da Bolsa

No site Turma da Bolsa você cria o seu avatar e brinca acumulando os seus pererês. Os recursos disponíveis são jogos, vídeos, quadrinhos e fábulas. Existem artigos e vídeos para os pais e para educadores existe até planos de aula disponíveis. É um excelente recurso para aprender brincando na escola e em casa junto com a família.

 

Em dezembro de 2010 o Banco Central Europeu (BCE) e os bancos centrais nacionais do Eurosistema lançaram 2 games muito legais, o €conomia: o Jogo da Política Monetária e o Inflation Island: como a Inflação afeta a Economia. Os jogos são dirigidos sobretudo a jovens dos 18 aos 25 anos, entretanto eu testei os jogos e acho que  é possível usá-los no Ensino Médio sem problemas.

  • No “€CONOMIA – O Jogo da Política Monetária”, os jogadores decidem a taxa de juro para cada trimestre ao longo de oito anos e procuram manter a inflação num nível abaixo mas próximo de 2%, com a ajuda de uma equipe de consultores, uma página de indicadores e informação sob a forma de títulos da imprensa. À medida que avança, o jogo torna-se mais complexo, sendo necessário que os jogadores reajam a vários eventos imprevisíveis (por exemplo, uma crise petrolífera) que afetam a inflação e a economia.
  • O “Inflation Island” informa sobre os benefícios da estabilidade de preços e os efeitos negativos da deflação, inflação elevada e hiperinflação para os indivíduos e a sociedade. Os jogadores podem optar por dois modos: “Explorar a Ilha”, que lhes permite observar como o panorama da ilha e o comportamento dos seus habitantes mudam de acordo com as diferentes circunstâncias, e “Testar Conhecimentos”, no qual têm de seleccionar os comentários individuais e as descrições da situação em geral que se aplicam aos vários cenários de inflação. O jogo inclui também um cinema, que oferece alguns exemplos reais de inflação e deflação.

De asas a sua imaginação e criatividade e boa aula! Quem tiver mais dicas de games relacionados ao tema, por favor contribua com o aprendizado coletivo e deixe um comentário para que eu possa acrescentar no post 🙂

Fontes: Turma da Bolsa Banco Central Europeu Folha de São Paulo UOL Economia

%d blogueiros gostam disto: